NOTÍCIAS

Fabrimar (Tigre) quer dar calote nos trabalhadores. Se não pagar é greve

Fabrimar quer dar calote

Sem o cumprimento do acordo por parte da Fabrimar o único caminho será a greve

A Fabrimar (Tigre) quer dar um calote nos trabalhadores. A empresa não quer cumprir o acordo de pagar R$ 500,00 de abono aos seus funcionários, como ficou definido, em assembleia, entre o Sindicato, trabalhadores e a empresa no fim do ano passado.

Isso é um grande desrespeito por parte da empresa com seus funcionários.  O acordo foi feito com a Fabrimar (Tigre) e precisa ser cumprido. Não vamos aceitar esse calote!!! Como se já não bastasse um presidente do país ilegítimo, agora uma multinacional também quer dar um golpe nos trabalhadores.

Esse é apenas o primeiro passo da empresa para também não cumprir com outros acordos feitos, como PLR, Cargos e Salários, Sodexo, fim do assédio moral e tantos outros já feitos com a direção da Fabrimar.

Os trabalhadores da Fabrimar (Tigre) contam com esse abono e aguardam que a empresa seja “firme em suas palavras”, sob pena de quebrar o respeito mútuo entre funcionários e direção.

O Sindicato exige que a empresa pague o abono, pois acordo feito é para ser cumprido.

Precisamos da união dos trabalhadores para lutar e garantir este acordo. O prazo para que a empresa se pronuncie é até esta quarta-feira (24).

Faremos assembleia ainda nesta semana para que eles cumpram o acordo, ou então só teremos um caminho que é o estado de greve.

2,371 total views, 2 views today

Sindimetal-Rio

Sindicato classista e de luta

Fundado em 1º de maio de 1917.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, fundado em 1º de maio de 1917, continua sendo o principal instrumento de luta e de atuação da categoria. Tem uma rica história em prol do Brasil, da democracia e em defesa dos trabalhadores.

O Sindicato, consciente do seu papel, segue firme, buscando sempre a valorização do trabalhador e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a sociedade socialista.

Saiba mais