NOTÍCIAS

Falta ao Estado uma intervenção social

Intervenção

“Se você não cuidar, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo”. Malcolm X

A intervenção militar do ilegítimo governo Temer no RJ tem despertado opiniões diversas. A grande mídia tem batido palmas para esta ação, que até o momento não ficou claro como será realizada. No Congresso Nacional foram destacadas várias dúvidas, que até agora não tiveram respostas.

A política de segurança do governo do estado se encontra falida. Mas a população espera um resultado positivo, um respiro de paz e alívio. Trabalhadores e trabalhadoras esperam poder sair de casa e regressar com tranquilidade, sem se preocupar com seus filhos que ficaram nas escolas, com medo de que uma bala perdida possa atingi-los. No ano passado uma estudante de 13 anos morreu baleada dentro da escola.

Mas até o momento está intervenção não apresentou qualquer planejamento, muito menos um resultado inicial. Casos de violência continuam sendo registrados e a população está refém. Todos os dias novas mortes ocorrem, seja de policiais ou da população, que nesta guerra se encontra no meio do fogo cruzado.

Enquanto a presença do Estado for somente através da força policial não teremos paz. Para a população continua faltando emprego, saúde, educação, creches, transporte e lazer. E sobre esses pontos não há qualquer intervenção.

Jesus Cardoso
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro

433 total views, 2 views today

Sindimetal-Rio

Sindicato classista e de luta

Fundado em 1º de maio de 1917.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, fundado em 1º de maio de 1917, continua sendo o principal instrumento de luta e de atuação da categoria. Tem uma rica história em prol do Brasil, da democracia e em defesa dos trabalhadores.

O Sindicato, consciente do seu papel, segue firme, buscando sempre a valorização do trabalhador e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a sociedade socialista.

Saiba mais