NOTÍCIAS

Frente parlamentar em defesa da indústria naval é instalada na Alerj

A Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Naval foi relançada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta segunda-feira (12/08), no Plenário da Casa. Segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria Naval (Sinaval), os estaleiros brasileiros empregam atualmente 25 mil trabalhadores no país, sendo que no início dos anos 2000 o setor chegou a ter mais de 80 mil funcionários. Somente o Estado do Rio perdeu mais de 25 mil postos de trabalho nos últimos quatro anos.

O presidente do Sindimetal-Rio, Jesus Cardoso, fez parte da mesa e defendeu investimentos e encomendas para que o setor volte a gerar empregos. Mas também destacou que muitos trabalhadores dos estaleiros que fecharam até hoje não receberam suas verbas trabalhistas, em um processo que continua se arrastando na justiça, sem que os ex-funcionários recebam o seus direitos

No evento de lançamento do grupo, realizado no plenário do parlamento fluminense, o presidente da frente, deputado Waldeck Carneiro (PT), ressaltou a necessidade de um esforço em conjunto do Governo do Estado com os municípios e o Poder Executivo Federal para retomar o crescimento do setor.

“Nossa primeira ação vai ser reunir agentes que queiram melhorar o setor para debatermos uma saída para a crise. Antes vamos realizar uma reunião técnica e depois iremos debater o tema em audiência pública ainda em setembro. O objetivo é contar com deputados federais, vereadores e outros representantes das três esferas de poder”, explicou o parlamentar.

Crise na indústria naval

No Estado do Rio, os municípios mais afetados pela crise na indústria naval foram a capital fluminense, Niterói e Angra dos Reis, na Costa Verde. No caso de Angra, o município perdeu praticamente todos os empregos no setor. De acordo com a presidente do sindicato dos metalúrgicos do município, Cristiane Marcolino, a cidade já teve mais de oito mil funcionários no setor, mas atualmente conta com cerca de 1.800 trabalhadores.

Esteve presente no lançamento da frente o diretor de Engenharia Naval da Marinha, Almirante Mário Ferreira Botelho. O militar afirmou que não há uma indústria naval forte sem apoio dos governos

Também estiveram presentes no evento o deputado Paulo Bagueira (SD), a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), o deputado federal Paulo Ramos (PDT-RJ), o ex-deputado federal Luiz Sérgio, e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, Lucas Tristão.

 

Com informações da Alerj

 

624 total views, 12 views today

Sindimetal-Rio

Sindicato classista e de luta

Fundado em 1º de maio de 1917.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, fundado em 1º de maio de 1917, continua sendo o principal instrumento de luta e de atuação da categoria. Tem uma rica história em prol do Brasil, da democracia e em defesa dos trabalhadores. O Sindicato, consciente do seu papel, segue firme, buscando sempre a valorização do trabalhador e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a sociedade socialista.

Saiba mais