NOTÍCIAS

Justiça determina pagamentos de salários e demais direitos dos trabalhadores do Rio Nave

O Sindimetal-Rio obteve na justiça uma grande conquista. A decisão trata do pagamento de salário e demais direitos dos ex-funcionários do Rio Nave. São duas ações coletivas contra a empresa Rio Nave que foram reunidas para decisão conjunta pelo juízo da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro. A sentença foi publicada em 13/07/2022.

O processo beneficia 376 trabalhadores. Vale lembrar que essa ação coletiva beneficia os trabalhadores que estão no processo e que não tenham ações individuais. A sentença é uma decisão de 1ª instância, ainda cabe recurso por parte da empresa. O Sindicato informará os novos andamentos.

Condenação da Vard Promar e Vard Niterói

O juiz condenou a Vard Niterói e a Vard Promar de forma subsidiária (caso não se consiga receber da Rio Nave) ao pagamento das verbas constituídas no período do consórcio (27/12/2010 até 09/09/2014).

Veja abaixo os pagamentos definidos em cada processo:

PROCESSO 0101546-74.2016.5.01.0070 (Dispensas em 2014). Foram deferidos os seguintes pedidos:

-Salários de setembro e outubro de 2014;
-Vale-alimentação de setembro e outubro de 2014 e proporcional de novembro 2014;
-Verbas rescisórias discriminadas nos TRCTs: saldo de salário do último mês trabalhado, acrescido de adicional de insalubridade, aviso-prévio, férias integrais e proporcionais + 1/3, 13º salário proporcional de 2014;
-FGTS não depositado e multa de 40%;
-Multa art. 467 da CLT (50% sobre as verbas rescisórias);
-Multa do art. 477 da CLT (valor de 1 salário nominal do trabalhador); Multa normativa (1/30 do piso salarial por dia de atraso).

PROCESSO 0101960-72.2016.5.01.0070 (Dispensas ao longo de 2015). Foram deferidos os seguintes pedidos:

-Salários de setembro/14 até a data da dispensa;
-Vale-alimentação de setembro/14 até a data da dispensa;
-Verbas rescisórias discriminadas nos TRCTs: saldo de salário do último mês trabalhado, acrescido de adicional de insalubridade, aviso-prévio, férias integrais e proporcionais + 1/3, 13º salário proporcional de 2015;
-FGTS não depositado e multa de 40%;
-Multa art. 467 da CLT (50% sobre as verbas rescisórias);
-Multa do art. 477 da CLT (valor de 1 salário nominal do trabalhador);
-Multa normativa (1/30 do piso salarial por dia de atraso).

1,569 total views, 6 views today

Sindimetal-Rio

Sindicato classista e de luta

Fundado em 1º de maio de 1917.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, fundado em 1º de maio de 1917, continua sendo o principal instrumento de luta e de atuação da categoria. Tem uma rica história em prol do Brasil, da democracia e em defesa dos trabalhadores. O Sindicato, consciente do seu papel, segue firme, buscando sempre a valorização do trabalhador e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a sociedade socialista.

Saiba mais