NOTÍCIAS

Reativação do setor naval é urgente

Setor naval

Matéria recente do jornal O Globo informa que a Petrobrás planeja voltar a ter plataformas próprias e não mais alugar, como tem feito. A notícia é um alento para o setor naval, que vive uma forte crise, com estaleiros fechados e pouquíssimos trabalhadores empregados.

Entretanto, não há uma data específica para a Petrobrás começar a contratar essas obras. A informação é de que será para a produção de petróleo a partir de 2022. O setor naval vive uma das piores crises da sua história. O segmento se encontra praticamente paralisado, vários estaleiros foram fechados e outros atuam apenas na manutenção. Segundo o Sinaval, de 2014 para cá ao menos 20 estaleiros fecharam as portas, levando junto 50 mil empregos. Atualmente, estão em operação apenas 32 estaleiros, contra os 52 que existiam em 2014. A indústria emprega hoje 30 mil trabalhadores. Já chegou a ter 82 mil.

Outro problema se refere à política de conteúdo nacional, que o atual governo federal praticamente abandonou. As últimas unidades da estatal foram concluídas no exterior, principalmente na fabricação do casco, ou seja, gerando empregos no exterior, enquanto uma massa de metalúrgicos continua desempregados e sem qualquer perspectiva.

O governo precisa programar imediatamente um programa de reativação dos estaleiros, com novas encomendas para gerar milhares de empregos. Necessário ainda ouvir as entidades sindicais, para que possam apresentar suas pautas no sentido de garantir empregos com qualidade.

Leia as matérias completas:

Petrobras planeja voltar a ter plataformas próprias

Estaleiros afirmam que não é possível competir com a China

260 total views, 1 views today

Sindimetal-Rio

Sindicato classista e de luta

Fundado em 1º de maio de 1917.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro, fundado em 1º de maio de 1917, continua sendo o principal instrumento de luta e de atuação da categoria. Tem uma rica história em prol do Brasil, da democracia e em defesa dos trabalhadores.

O Sindicato, consciente do seu papel, segue firme, buscando sempre a valorização do trabalhador e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, a sociedade socialista.

Saiba mais